Close

APRENDENDO COM ELES

Creio que, como a maioria dos pessoas que descobrem que serão pais, você também teve um frio na barriga e se perguntou: “Será que darei conta?”. Quando os filhos são pequenos, muitos pais recorrem a leituras de livros de como educar filhos. Existe uma infinidade, sendo que os mais populares são os livros da Cris Poli (a Super Nanny), Quem ama educa (Içami Tiba), Criando meninos, Criando meninas (Steve Biddulph) e muitos bons livros cristãos.

Mas quando os filhos chegam na adolescência a história muda. Eles começam a perceber as coisas de forma diferente e iniciam o processo de formar suas opiniões próprias. Muitos pais ainda querem encaixar o formato de educação infantil para um adolescente e percebe que não dá certo. Talvez você não consiga mais fazer com que ele vá para cama as 21h00, como era antes.

Educar filhos adolescentes requer muita observação. Conhecer seu filho. E respeitar a sua personalidade. Cada filho é diferente do outro. Quem sabe um seja mais voltado para os esportes, outro para a tecnologia. Um filho tira notas altas, pois tem facilidade para decorar o conteúdo para a prova, enquanto o outro é criativo, artista, sensível, ama música, animais e parece estar sempre no mundo da lua. Talvez um filho já teve uma experiência pessoal com Deus, e o outro ainda não. E como lidar com tudo isso?
Ouvindo. Observando. Colocando-se no lugar deles, com empatia. Buscando perceber o que está em seus corações. Ouvir com atenção o que eles nos dizem. Aprendendo com o que eles têm para nos ensinar. Nem sempre o conhecimento teórico que lemos em literaturas do que é ser adolescente se encaixa no seu filho. Talvez o padrão que você aprendeu na sua adolescência, não é o padrão do seu filho. Talvez sua personalidade seja muito diferente da dele, ou até mesmo, muito igual… E então, conflitos acontecem…

Aprender com seu filho é descobrir que você não sabe tudo. Que há sempre um universo diferente a se explorar. Que somente investindo tempo com ele é que você irá conhecê-lo e ter experiências marcantes para ambos. E que o melhor livro que ensina adolescência é a vida do seu próprio filho. Mas saber que mesmo que as coisas mudem, as fases mudem, a vida esteja mais corrida, o mundo esteja mais tecnológico, algumas coisas continuam iguais: filhos precisam de atenção, amor e limites. E a Palavra de Deus nos ajuda a sermos esses pais que nossos filhos precisam, a medida que deixamos que Ela molde o nosso caráter e apliquemos seus princípios em nosso lar.

O desafio para os pais é: ter o equilíbrio entre ser o pai/mãe que sejam o padrão de referência e ensino para os filhos (porque eles precisam ter em quem se espelhar) e ao mesmo tempo ser sensível e flexível para sempre estar aprendendo e se aperfeiçoando. E para isso estar pronto para ouvir-los e mudar de opinião quando achar necessário. É um desafio e tanto! Então, precisamos da sabedoria lá do alto e muita oração por e com seu filho! Mas vale a pena! E vou te dizer mais uma coisa: é maravilhoso saber que não precisamos saber tudo o tempo todo. Não precisamos desse fardo pesado. Deus ama corações ensináveis que além de aprender com o outro, sempre estão dispostos a aprender também com Ele:
“Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.” (Mateus 11:29)

Viviane Bley, Psicanalista Especialista em Casais e Família
Mãe de 3 filhos com 12, 14 e 16 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *