Close

POTENCIALIZANDO SEUS LIDERADOS

Você se considera um líder que potencializa seus liderados?
Perto de você as pessoas crescem?
Não devemos ser líderes que se satisfazem em realizar tarefas. O sucesso de um líder não é medido apenas pelas tarefas que desempenha, mas pelos líderes que nascem sob sua liderança.
Vamos aprender com Jesus?

Quando o viram andando sobre o mar, ficaram aterrorizados e disseram: “É um fantasma! ” E gritaram de medo. Mas Jesus imediatamente lhes disse: “Coragem! Sou eu. Não tenham medo! ” “Senhor”, disse Pedro, “Se és tu, manda-me ir ao teu encontro por sobre as águas”. “Venha”, respondeu ele. Então Pedro saiu do barco, andou sobre a água e foi na direção de Jesus.
Mateus 14:26-29

Quantas vezes você já leu esse texto, ensinou ou foi ensinado sobre ele?
Trata-se de um texto muito conhecido em nosso meio. Muitas lições já foram tiradas dele. Durante as próximas semanas vamos observar-lo pela perspectiva de um “líder que potencializa seus liderados”.

Despertando as limitações:

Quando Jesus (o líder) aparece aos seus discípulos (os liderados) eles não o reconhecem
e começam a gritar de medo. Muitas vezes, quando nossos liderados se deparam conosco, com nossa liderança e com os desafios que fazemos à eles é exatamente assim que se sentem, com medo. Uns demonstram medo gritando em pânico, outros de forma silenciosa e temos os que demostram o medo por meio da resistência.
Talvez não seja tão negativo assim que nossa liderança e desafios despertem o medo em nossos liderados. Pode ser que esteja aí a manifestação do quanto percebem que estão diante de algo grande, de algo maior que eles. Mas é preciso girar a chave do medo para que sejam encorajados e aceitem os desafios.

Como você costuma reagir aos medos e limitações de seus liderados? E aos seus?

Cristiano Caracek

2 Responses to POTENCIALIZANDO SEUS LIDERADOS

  1. Jorge

    Em um passado distante me disseram que ser líder é fazer seguidores. Hoje está frase me soa tão presunçosa e egoísta. Liderar tem tudo a ver com influenciar pessoas para que elas manifestem o que tem de melhor.

  2. Evandro

    Sou líder de adolescentes na IPI DO JARDIM PAULISTA em Assis-SP. Gosto de novos desafios, enfrentar algo novo me inspira e renova, tento transmitir isso aos nossos liderados tbm. Tenho um ótimo exemplo pra isso. Acreditamos na ideia de uma geração discipular a próxima e tentamos envolver os jovens em todo o trabalho com adolescentes. No ano passado assumi a liderança do ministério e decidimos fazer um acampamento com estrutura diferente dos que o antigo líder fazia, enfrentamos muitas resistências, de famílias, de alguns adolescentes, até de alguns líderes, porém estávamos certos disso, nosso pastor e presbitero responsável estavam de acordo. Tive a ideia que ninguém tinha feito antes: somente jovens vai trabalhar nesse acampamento, e mais uma vez enfrentamos muitas resistências. Foi tudo uma benção. Logo após o acampamento ,mais uma decisão incomum. Chamamos alguns adolescentes (mais influentes) para “aprovar” algumas de nossas decisões, foi um grande desafio aceitar isso,mas estávamos certos de que seria bom para o ministério. Nosso acampamento foi em setembro do ano passado, a média de adolescentes antes era de 15 adolescentes no nosso encontro, hoje a média é 60. Enfim, enfrentamos novos desafios, crescemos como líderes e como grupo, hoje temos um adolescente de 16 anos no nosso grupo de liderança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *