Close

DE JUIZ E LOUCO TODO MUNDO TEM UM POUCO!

Ops!

O ditado não é: “De médico e louco todo mundo tem um pouco”?

Pois é, mas para o momento cabe trocar o médico pelo juiz.
Daqui a pouco teremos recém-nascidos recebendo os nomes de Carmém Lúcia, Rosa Weber, Gilmar Mendes e outros.

Ah! Mas corremos o risco dos desavisados darem a seus filhos os nomes de STF de Oliveira, STJ da Silva, TSE Gonçalves , TRF-4 Pereira e por ai vai…

Com as audiências do judiciário sendo noticiadas e transmitidas ao vivo, e com a enxurrada de postagens nas redes sociais, todo mundo vai se tornando “apto” para legislar sobre o assunto.

Apto? Será?

Calma!
Ninguém aqui está dizendo que devemos deixar nossa sociedade sem justiça.
Que as leis devam ser cumpridas e os infratores presos, nós concordamos.

A questão é que: enquanto vamos sendo provocados para assumirmos a cadeira de juiz, vamos nos esquecendo da missão de testemunhas:

“Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra”.
– Atos 1:8

Deixemos os juízes serem juízes e as testemunhas serem testemunhas.

O momento é propício para mensagem de arrependimento, mas:

“Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram falar? E como ouvirão, se não houver quem pregue?” – Romanos 10:14

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *